Bolsas educacionais

Em 1947, 18 estudantes de pós-graduação de 7 países tiveram a oportunidade de estudar em 10 países no exterior e servir como embaixadores da boa vontade. Eles foram os primeiros bolsistas do Rotary.



O programa de Bolsas e Educacionais da Fundação Rotária do Rotary International é, atualmente, o maior programa dessa natureza no mundo patrocinado por uma organização do setor privado.



O relacionamento estabelecido entre o bolsista e os rotarianos é uma vantagem que nenhuma outra bolsa de estudos pode oferecer. Um conselheiro do Rotary Club patrocinador e um do clube anfitrião são designados para cada bolsista, como o objetivo de prover orientação, aconselhamento e assistência na preparação e complementação de um bem-sucedido período de estudos no exterior.



Histórico



Em 1947, por ocasião da morte do fundador do Rotary International, Paul P. Harris, rotarianos e outros benfeitores em todo o mundo efetuaram, em sua memória, generosas doações à Fundação Rotária. Logo depois da II Guerra Mundial o programa idealizado por Harris foi iniciado – a criação de bolsas internacionais de pós-graduação visando o fortalecimento dos laços de amizade entre povos diferentes nações. À medida que as contribuições à Fundação aumentavam, mais bolsas eram oferecidas. Em 1952 – 53, cinco anos após o início do programa, 109 bolsas foram outorgadas. No ano letivo de 1980-81 o número de bolsas concedidas anualmente excedia 1.000.



Embaixadores da Boa Vontade



O objetivo do programa de bolsas educacionais, que hoje patrocina diversos tipos de bolsas de graduação e pós-graduação além de profissionais qualificados em busca de aperfeiçoamento profissional, é a promoção da paz e da compreensão mundial entre povos de diferentes nações. Conseqüentemente, espera-se que os bolsistas selecionados atuem ativamente como embaixadores frente à população do país anfitrião através da realização de palestras sobre seus países aos distritos, Rotary Clubs, escolas e organizações cívicas, entre outros. Ao retornarem a seus países de origem, espera-se dos bolsistas que compartilhem com os rotarianos da localidade e com a população em geral as experiências pessoais, que lhes possibilitaram compreender melhor os países anfitriões.



Tipos de Bolsas Educacionais:



Bolsas para um ano letivo: como o próprio nome diz, são outorgadas para financiar um ano letivo de estudos no exterior. Elas cobrem gastos de passagem de ida e volta, mensalidade da instituição de ensino, moradia, alimentação, materiais de estudos, e treinamento na língua usada (caso necessário), e têm um limite de US$25.000, ou equivalente.



Bolsas para dois anos letivos: são outorgadas para financiar dois anos letivos de estudos, e seu valor é de US$12.500 por ano para estudos que visam a obtenção de um diploma ou certificado em outro país.



Indivíduos que tiverem completado dois anos de estudo universitário ou de experiência profissional equivalente são elegíveis às bolsas da Fundação Rotary. As bolsas não podem ser outorgadas a rotarianos e funcionários do Rotary, ou a cônjuges, pais ou descendentes de rotarianos.



Bolsas Pró-Paz - Centros Rotary para Estudos Internacionais pela Paz e Resolução de Conflitos



A Fundação Rotária emparceirou-se com oito universidades de ponta, localizadas em diversas regiões do mundo, para estabelecer os Centros Rotary para Estudos Internacionais pela Paz e Resolução de Conflitos. A cada ano, Rotary International seleciona 70 bolsistas para estudar em um dos sete Centros Rotary espalhados pelo mundo rotário. Os bolsistas selecionados iniciam, então, estudos em nível de pós-graduação e mestrado, com duração de dois anos, na área de resolução de conflitos, estudos pela paz e relações internacionais. Cada distrito de Rotary pode indicar um candidato para o processo de seleção, que é realizado em base competitiva e em âmbito mundial.



Dados Estatísticos Referentes às Bolsas Educacionais



- Número total de bolsas concedidas (de 1947 até 2002-03): mais de 36.000.

- Valor total gasto em bolsas (até 2002-03): US$429 milhões.

- Países que receberam o maior número de bolsistas: Estados Unidos, Inglaterra e França.

- Países que patrocinaram o maior número de bolsistas: Estados Unidos, Japão e Coréia.

- Custo médio de uma bolsa de duração de um ano letivo em 1947-48: US$2.200.

- Custo médio de uma bolsa de duração de um ano letivo em 1997-98: aproximadamente US$18.700.

- Número total de instituições que receberam bolsistas do Rotary: aproximadamente 3.500.

- Ano no qual as primeiras mulheres participaram do programa: 1949-50.

- Percentagem de distritos que participaram do programa desde 1947: 99% .



Ex-Bolsistas Proeminentes



Diversos ex-bolsistas do Rotary ocupam cargos governamentais de importância, outros são altamente respeitados em suas áreas de atuação. Alguns exemplos de ex-rotarianos de sucesso incluem: Bill Moyers, em proeminente jornalista americano, Sadako Ogata, alta comissária da ONU para refugiados, Paul Volcker, ex-presidente do conselho do Banco Central, Carlos Alberto da Mota Pinto, ex-primeiro ministro de Portugal, Otto Borch, embaixador da Dinamarca nos Estados Unidos, e Roger Ebert, conhecido crítico de cinema americano.



Como concorrer às bolsas educacionais da Fundação Rotária?



Para concorrer a bolsas de estudos no exterior o primeiro passo é ser indicado por um Rotary Club para participar do processo de seleção. Portanto, caso tenha interesse, entre em contato com a secretaria do clube, nos endereços indicados na home page, ou através do Fale conosco, neste site.



Considerando que os distritos rotários determinam sua disponibilidade de participar do programa, nem todos os distritos brasileiros poderão estar participando deste programa, o que também pode variar de um ano para outro.



Faz-se necessário também conhecimento do idioma do país no qual se pretende estudar (comprovadamente fluente) e as bolsas oferecidas são somente para pós-graduação.



Normalmente a bolsa de estudos concedida é para o período de um ano somente, sendo que caso o curso escolhido tenha maior duração, o bolsista terá que obter fundos de outras fontes, para continuar os estudos.



Outras informações também pode ser obtidas no link: http://www.rotary.org/languages/portuguese/newsroom/downloadcenter/012_po_02.pdf



Salientamos, contudo, que para concorrer às bolsas educacionais do Rotary International, o candidato ou candidata deve encontrar-se em seu país de origem, concorrendo a uma bolsa para um país estrangeiro. Não há limite de idade para participar do Programa de Bolsas da Fundação Rotária.



Como concorrer às bolsas Pró-Paz da Fundação Rotária?



Todas as informações, bem como o formulário, referentes ao Programas de Bolsas Pró-Paz podem ser encontradas nos links abaixo:

http://www.rotary.org/languages/portuguese/newsroom/downloadcenter/083po.pdf

http://www.rotary.org/languages/portuguese/newsroom/downloadcenter/085po_01.pdf (Brochura)

http://www.rotary.org/languages/portuguese/newsroom/downloadcenter/084po_00.pdf (Centros Rotary)